sábado, 05/03

|

Igreja Inglesa

Concerto de Aniversário

Ludwig van Beethoven - O Génio Imortal

O registro está fechado
Ver outros eventos
Concerto de Aniversário

Horário e local

05/03, 18:00 – 19:30

Igreja Inglesa, R. do Quebra Costas, 9000-034 Funchal, Portugal

Sobre o evento

As entradas para este concerto têm um custo de 20€ e poderão ser adquiridas na receção do Fórum Madeira e no dia e local do concerto uma hora antes do evento. A entrada é gratuita para os associados da AOCM e para os alunos do CEPAM. (mediante a apresentação do cartão de estudante e disponibilidade de lugares) Os associados da ANSA e da AACMM tem 50% de desconto no preço do bilhete. As reservas poderão ser feitas através do site da AOCM em: www.associacaoocm.com/agenda.

INFORMAÇÕES SOBRE CONCERTO

Sinopse:

A AOCM inicia a sua atividade, em 2022, com o concerto comemorativo do seu 58.º aniversário, com música de Ludwig van Beethoven. Este evento único, intitulado de “O génio imortal “, proporcionará ao público momentos de rara beleza e será realizado  na Igreja Inglesa (Holy Trinity Church), no próximo dia 5 de março, pelas 18.00 horas.

Os protagonistas do trio deste concerto são: Andrei Ladechikov (violino), László Szepesi (violoncelo) e András Hennel (piano), que interpretarão obras do compositor alemão.

O programa incluirá a Sonata para violino e piano, em Fá Maior Op.24, n.º5 “Primevera”, as 12 Variações sobre um tema de Händel, para violoncelo e piano, o 3º andamento (Rondo, Allegro) do Concerto para violino em Ré Maior , Op. 61, bem como o Trio, em Sib Maior Op.11.

Músicos:

O violinista Andrei Ladechikov nasceu na Rússia e acabou os seus estudos de violino no Conservatório P.I Tchaikovsky, em Moscovo, sob a orientação dos professores Maxim Fedotov, V. Igolinsky e A. Koshvanez. Foi laureado em vários concursos nacionais e internacionais. Foi assistente de concertino na Orquestra Sinfónica do Moscovo, sob a batuta do Maestro P. Kogan. Foi primeiro violinista da orquestra de Jazz “Imperio of Music” e primeiro violinista do quarteto de cordas “Melodion”. Desde 2015 vive na Madeira, onde organiza os seus próprios grupos de música e interpreta extensos e variados géneros musicais.

András Hennel nasceu em 1961, em Debrecen, Hungria, onde iniciou seus estudos aos sete anos. Iniciou os seus estudos de composição aos dez anos, com o Prof. Jenő Keuler, e os estudos de piano com o Prof. Kálmán Irmay no Conservatório „Zoltán Kodály” de Debrecen, onde estudou durante oito anos. Em 1980, ingressou na Academia de Música „Franz Liszt”, de Budapeste, onde estudou piano com o Prof. Sándor Falvai, então reitor da Academia, e música de câmara com dois membros do quarteto de cordas „Béla Bartók”. Formou-se, em 1985, como professor e intérprete com a marca „excelente” e iniciou a sua carreira na Escola Superior de Música „Franz Liszt” de Debrecen, onde lecionou piano e acompanhou alunos de violino, flauta, fagote e cantor, até 1995. Desde 1985, foi também professor de piano no Conservatório de Música „Béla Bartók”, em Miskolc, e no Conservatório de Música „Zoltán Kodály”, em Debrecen. Tocou na Lituânia, República Checa, Alemanha e Itália, e gravou para a Rádio e TV portuguesas. É residente na Madeira, desde 1990, onde lecciona no Conservatório - Escola Profissional das Artes da Madeira. Durante estes anos tem se apresentado frequentemente em concertos de música de câmara no Funchal. Foi diretor musical de diferentes produções teatrais, incluindo Les Miserables, Fiddler on the Roof, My Fair Lady, Oklahoma! e outros com MADS. É fundador da Sissi Empress Hungarian Salon Orchestra.

László Szepesi nasceu na Hungria onde concluiu os seus estudos na Escola Superior de Música Franz Liszt, em 1992. Entre 1993 e 2010, foi violoncelista da Orquestra Clássica da Madeira e da Madeira Camerata. Ao longo da sua carreira tocou com várias orquestras na Hungria, Suíça, Bélgica, França, Espanha, Itália e Macau, sob a batuda de maestros como Roberto Pérez, Emílio de César, Luis Izquierdo, Francesco La Vecchia, Eurico Martins, Miguel Graça Moura, entre outros.

Músico versátil, tocou e gravou vários CD-s e participou em programas de televisão com projetos de música original, como os “Melian” e os “Rajame”. Colaborou com artistas nacionais e internacionais, como Mariza, Jorge Palma, Rui Veloso, José Carreras, Dame Kiri Te Kanawa, Vanessa Mae, entre outros. É músico fundador da Epress Hungarian Salon Orchestra.

Szepesi desenvolve também uma atividade intensa pedagógica: entre 1998-99, foi professor de violoncelo no Gabinete Coordenador de Educação Artística e desde 2000 é professor de violoncelo do Conservatório Escola Profissional das Artes - Engº Luiz Peter Clode. Seus alunos ganharam vários prémios em concursos nacionais e internacionais.