História

A Associação Orquestra Clássica da Madeira (AOCM), reconhecida instituição de utilidade pública, desde 1964, ano em que foi fundada, tem o indiscutível mérito de ter impulsionado de forma ímpar a cultura musical na Madeira, ao longo de mais de cinco décadas, tendo contribuído fortemente para uma oferta cultural de qualidade na Madeira.

Esta associação, que tem o mérito de ter fundado a Orquestra Clássica da Madeira (OCM), para responder à procura de música erudita pelos locais e visitantes da ilha da Madeira, na ótica de continuar a dinamizar e fomentar uma oferta musical de qualidade, contribuindo para a prossecução da mesma política cultural diversificada e descentralizada, tem vindo a dinamizar, nos últimos anos, solistas e agrupamentos de música antiga, principalmente renascentista e barroca, entre os quais o Funchal Baroque Ensemble (FBE).

Desta forma, a AOCM procura contribuir para a promoção e divulgação da música antiga no território regional numa perspetiva de adequação ao movimento musical atual que, caracterizado pela revalorização desta tipologia de música, definiu novos parâmetros interpretativos quanto à correta abordagem deste tipo de repertório, como fortemente evidenciado pela existência, em toda Europa, de agrupamentos musicais e de cursos superiores especializados em música antiga.

Mais ainda, esta iniciativa artístico-musical da AOCM nasce como resposta à necessidade de colmatar uma lacuna bem visível dentro do panorama da oferta de música erudita presente na RAM, sendo que o repertório musical, oferecido pelas programações das várias instituições musicais presentes na região, contempla só em ínfima parte obras do repertório da música antiga.

violino_01